GERAL
Arboriza Teutônia: Município lança projeto pioneiro de arborização
   
Iniciativa prevê, na etapa inicial, o plantio de 147 mudas de árvores em oito trechos de vias urbanas, sendo que as espécies variam conforme as restrições e possibilidades de cada rua

Por Édson Luís Schaeffer
12/08/2020 17h19

Teutônia/RS - A Prefeitura de Teutônia, juntamente com entidades parceiras, lançou na tarde desta quinta-feira, dia 12 de agosto, um projeto pioneiro de arborização urbana: o Arboriza Teutônia. Iniciativa prevê, na etapa inicial, o plantio de 147 mudas de árvores em oito trechos de vias urbanas, sendo que as espécies (10 previstas inicialmente) variam conforme as restrições e possibilidades de cada rua.

Árvores receberão plaquinhas com QR Code, com informações sobre a espécie e o projeto

O ato de lançamento do projeto ocorreu no saguão da Prefeitura e reuniu representantes das entidades e órgãos parceiros da iniciativa, como Associação Pró-Desenvolvimento de Languiru (APDL), Comitê de Governança - Eixo Desenvolvimento e Infraestrutura, Certel, CIC Teutônia, além de outras que estão demonstrando interesse na parceria.

Para o prefeito, Jonatan Brönstrup, a parceria com diversas entidades e órgãos é extrema importância para que o projeto seja executado. "Uma iniciativa pioneira, que se refletirá na qualidade de vida da nossa população e tornará a nossa cidade ainda mais bonita. E tudo isso fica quando se tem parcerias, todos pensando no bem comum", frisou.

Durante o ato de lançamento, foram apresentados detalhes do projeto, de como será a sua sistemática e os passos futuros. A ideia inicial era de que as primeiras 40 mudas de árvores fossem plantadas ainda nesta quarta-feira, mas, em função da chuva, somente houve o plantio de algumas nas proximidades do Centro Administrativo, simbolizando o início oficial do projeto. Até o dia 21 de setembro, Dia da Árvore, a ideia é realizar o plantio das 147 mudas previstas na etapa inicial.

 

Lançamento do projeto Arboriza Teutônia contou com o plantio de árvores

O projeto Arboriza Teutônia

A apresentação do Projeto Arboriza Teutônia foi feita pela subsecretária de Agricultura e Meio Ambiente, Nara Regina Nichterwitz, e pelo coordenador do projeto e vice-presidente da Associação Pró-Desenvolvimento de Languiru, Rudimar Landmeier.

A partir da iniciativa da Prefeitura de Teutônia, Associação Pro-Desenvolvimento de Languiru, Certel, CIC e Comitê de Governança, através de seus representantes, iniciaram-se as discussões e estudos de viabilidade que resultaram na criação do projeto. "O projeto nasceu da vontade de criar espaços urbanos de maior qualidade e conforto ambiental para seus moradores, através do plantio de árvores em ruas e pontos específicos", frisou Landmeier.

Inicialmente foram feitas reuniões que definiram um Comitê de Arborização, formado por uma equipe técnica responsável por fazer todo o levantamento topográfico dos possíveis locais para o plantio inicial, definir espécies de árvores compatíveis com cada local, verificando tamanho de calçadas, rede de água e esgoto, fiação elétrica, entradas de veículos, placas de sinalização, fachadas, entre outros pontos determinantes. Após a definição dos locais aptos a receber o plantio de árvores, iniciou-se o processo de definir espaçamentos entre mudas, para que essas cresçam de forma saudável e não comprometam a livre circulação de pedestres e veículos, além da definição das espécies mais adequadas a cada local.

Com a intenção de integrar a comunidade de Teutônia com o projeto por meio da tecnologia, serão fixadas placas com códigos de barras em formato QR Code em algumas árvores. Apontando a câmera do celular para esse código de barras, será possível escaneá-lo e automaticamente o usuário será levado para o site do projeto Arboriza Teutônia: https://www.teutonia.rs.gov.br/arboriza-teutonia/ .

No site, estarão disponíveis mais informações sobre o projeto e sobre a importância da arborização urbana. Também são informadas quais as ruas e pontos que receberão o plantio de mudas inicialmente, quais as espécies escolhidas além de informações técnicas sobre cada uma das espécies. O site será permanecerá atualizado com informações sobre a arborização do município.

O projeto prevê, na etapa inicial, o plantio de 147 mudas de árvores, de 10 espécies, em oito trechos de vias urbanas. As espécies variam conforme as restrições e possibilidades de cada rua, conforme avaliado pela equipe do Comitê de Arborização. Das 147 mudas, 30 foram doadas pela Certel e pela Loja das Plantas (do engenheiro agrônomo do Departamento de Meio Ambiente da Certel, Ricardo Jasper) e as demais adquiridas pela APDL.

Na etapa inicial, estão contempladas as seguintes vias: Avenida 1 Leste (entre a Avenida 1 Sul e a Rua 2 Norte), no Bairro Centro Administrativo, com 17 mudas; Avenida 1 Leste, no Bairro Languiru (entre as ruas Major Bandeira e a Getúlio Vargas), com 23 mudas; Rua Lothar de La Rue (entre a ERS-419 e a Rua Werno Strate), no Bairro Boa Vista, com 9 mudas; Rua Werno Strate (em frente à EMEF Boa Vista), no Bairro Boa Vista, com 7 mudas; Rua Leopoldo Schneider (entre a Avenida 1 Leste e a Rua Dom Pedro II), no Bairro Canabarro, com 48 mudas; Rua Otterno Schäffer (entre as ruas Salgado Filho e Afonso Carlos Augustin), no Bairro Canabarro, com 25 mudas; Rua Erno Dahmer (entre as ruas Edwino Dickel e a Arnoldo Buhl), no Bairro Alesgut, com 13 mudas; e Rua Dr. Hércio Pêgas (em frente à EMEF Professor Alfredo Schneider), no Bairro Teutônia, com 5 mudas.

Já as espécies de árvores definidas pelo Comitê de Arborização para a etapa inicial são: Bôrdo-japonês (ou Ácer), 18 mudas; Quaresmeira (ou Manacá-da-serra), 33 mudas; Pata-de-vaca, 26 mudas; Ipê-branco, 15 mudas; Ipê-amarelo, 1 muda; Sibipiruna, 11 mudas; Pau-ferro, 1 muda; Jacarandá-mimoso, 7 mudas; Chal-chal, 25 mudas; e Escova-de garrafa, 10 mudas. Após o plantio, uma equipe ficará responsável pela rega e manejo das plantas, sendo que, para isso, receberá capacitação específica.

Os munícipes que tiverem interesse em aderir ao projeto de arborização, através do plantio de mudas nas calçadas em frente aos seus lotes deverão obrigatoriamente:

1. Protocolar um pedido de viabilidade de arborização na Prefeitura Municipal de Teutônia (Protocolo – sala 14 da Prefeitura);

2. No pedido, é necessário que os requerentes sejam todos os proprietários dos lotes da extensão de uma quadra e que todos assinem o requerimento;

3. Após o pedido ser protocolado, a equipe de engenharia e a do Meio Ambiente farão um levantamento in loco, verificando a viabilidade do plantio e quais as espécies mais adequadas para cada local;

4. Posteriormente, a Prefeitura de Teutônia disponibilizará a mão de obra para o plantio nos locais pré-definidos. A obtenção das mudas deverá ser por doações de apoiadores já manifestados ou dos próprios munícipes.

Nara Regina Nichterwitz destacou que o projeto representa um marco no nunicípio. "Todo o grupo se engajou para tirar do papel este importante projeto para Teutônia. Estamos dando o pontapé inicial para uma arborização consciente, envolvendo a comunidade neste processo. O resultado de tudo isso será muito positivo", afirmou.

Cabe ressalta que, atualmente, novos loteamentos em Teutônia já têm que atender a exigência de arborização, sendo que o projeto deve contemplar calçadas de passeio com espaço para as árvores sem interromper o fluxo de pessoas. O Departamento de Meio Ambiente somente tem liberado os projetos finais após o plantio das árvores.

 

Importância do projeto

Durante o ato de lançamento nesta quarta-feira, autoridades e representantes das entidades parceiras enalteceram o pioneirismo e a importância de Teutônia em lançar e executar um projeto de arborização. O presidente da Associação Pró-Desenvolvimento de Languiru, Gerson Redecker, destacou a importância da parceria entre entidades e poder público. "É um projeto de suma importância para Teutônia e nós não podíamos deixar de estar presentes", pontuou.

O coordenador do Eixo Desenvolvimento e Infraestrutura do Comitê de Governança, Lucas Brune, enalteceu o esforço coletivo. "Se cada morador fizer a sua parte, teremos uma consciência coletiva. Mesmo com a pandemia e com as dificuldades, estamos indo a prática com este importante projeto", colocou.

O superintendente da Certel, Ilvo Edgar Poersch, enalteceu que Teutônia está se preparando para o futuro. "Teutônia está olhando para frente, permitindo uma cidade arborizada e florida, uma cidade mais bonita, voltada à sua população", sublinhou.

O presidente da CIC, Airton Kist, da mesma forma, enalteceu a força coletiva para a execução do projeto Arboriza Teutônia. Sempre somos parceiros dos bons projetos. Quando se tem construção coletiva, colhemos bons frutos, como é o caso deste projeto", afirmou.

O presidente da Cooperativa Languiru, Dirceu Bayer, colocou que o projeto representa um momento importante na história de Teutônia. "Melhoramos cada vez mais a imagem de Teutônia, oferecendo mais qualidade de vida. Que as futuras gerações se conscientizem sobre a importância deste projeto", salientou.

O presidente da Câmara de Vereadores, Cleudori Paniz, ressaltou que o projeto é fruto de uma grande mobilização. "O objetivo é um só: ter uma cidade mais bonita e moderna. Com este projeto, os olhos se voltam à Teutônia", enalteceu.

O diretor do Grupo Popular de Comunicação, Sílvio Brune, lembrou que há 38 anos era feita arborização da ERS-128 (Via Láctea). "Olhem como a Via Láctea está bonita, com trechos formando um túnel verde. E a Via Láctea ficará ainda mais linda com as rótulas fechadas concluídas", sublinhou.

O presidente do Rotary Club de Teutônia, Valmor Kaufmann, colocou que o Rotary International definiu o Meio Ambiente como uma de suas áreas de ação. "Iniciativas como o projeto Arboriza Teutônia vão trazer grandes ganhos para Teutônia na área ambiental", ressaltou.

   

  

Comentar comment0 comentário
menu
menu