GERAL
Novos controladores de fluxo na BR-386 confundem motoristas
   
Dois equipamentos foram colocados pela PRF em Lajeado e Marques de Souza. Condutores relatam freadas bruscas e até acidente

Por Matheus Chaparini
04/09/2020 14h30

Nas últimas semanas, a instalação de equipamentos à margem da BR-386 chama a atenção dos motoristas que passam pela rodovia. Muitos desconfiam que sejam radares de velocidade. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal, os aparelhos são controladores de fluxo.
Este tipo de controlador não verifica a velocidade do veículo, nem fotografa aqueles que desrespeitam o limite da via, como os chamados pardais. Eles servem para verificar a quantidade de veículos que passa por determinado local.
Um dos equipamentos ficará próximo ao acesso a Lajeado pela avenida Bento Rosa, logo antes da ponte seca. Outro equipamento foi instalado em Marques de Souza, na altura do quilômetro 335. Nos locais, não há placas ou outro tipo de sinalização que indique a presença dos controladores.

PRF confirma, mas não explica
A assessoria de comunicação da Polícia Rodoviária Federal confirma que a instalação dos equipamentos é uma solicitação da própria instituição. A reportagem enviou questões sobre os objetivos, quantidade, localização e prazos da instalação dos aparelhos, mas, após nove dias, nenhuma das questões foi respondida.
“Fui reto na ponte”
Na manhã dessa segunda-feira, o autônomo Anderson Lopes se envolveu em uma colisão sobre a ponte seca, quando voltava de Estrela para Lajeado.

De acordo com Lopes, um automóvel que havia acabado de ultrapassá-lo freou bruscamente diante do controlador.
“Para não bater, freei e desviei a direção. Girei na pista e acabou batendo em outro veículo. Foi leve, mas desestabilizou ele. Fui reto na ponte. O carro bateu no cordão e quebrou o eixo traseiro. Foi minha sorte porque travou, e o carro não caiu”, relata.
O condutor conta que o veículo só parou após colidir contra o meio fio. Seu carro, um Peugeot 207, ficou atravessado na pista em meio ao fluxo. O prejuízo foi de R$ 2 mil. Além do eixo e do pneu, a lataria ficou amassados na parte lateral.
Lopes conta que, após o acidente, recebeu diversos relatos de conhecidos que afirmam ter escapado de acidentes em função de freadas bruscas no local.

Fluxo na BR

126 mil veículos por dia.

Essa é a média de fluxo de veículos no pedágio de Paverama da BR-386. O dado é da CCR Via Sul, concessionária que administra a rodovia desde fevereiro de 2019. No site da concessionária, é possível verificar o número atualizado de veículos por minuto em cada pedágio.

Com informações de Grupo A Hora

   

  

Comentar comment0 comentário
menu
menu